quinta-feira, 29 de maio de 2008

O mundo de Rafinha e a Geração C

Este video nos apresenta o dia-a-dia de Rafinha, um jovem de 16 anos que nasceu e cresceu com a tecnologia e só conhece o mundo da informação, o mundo da colaboração e da participação, onde a variedade de escolhas é imensa e todos fazem parte de uma grande teia.



Um mundo onde todos são editores de conteúdo através de seus blogs, fotologs, câmeras digitais, redes de relacionamento, wikipédia, youtube, etc., um mundo onde as ferramentas de produção foram democratizadas e, de consumidores passivos, passamos a produtores ativos.

Um mundo, onde a internet se torna uma rede que conecta pessoas e não apenas computadores, em qualquer lugar e a qualquer momento. Um mundo digitalizado que privilegia o consumo de experiências.Este é o mundo de Rafinha ... o nosso vizinho, o nosso filho, o nosso aluno, o nosso irmão ... uma geração que está conectada o tempo todo.

Enquanto educadores, muitos questionamentos nos surgem ao ver este vídeo:

- Como estamos utilizando as tecnologias?
- Que uso fazemos destas tecnologias na educação?
- Que geração estamos formando?
- Qual nossa responsabilidade nesse "mundo do Rafinha"?
- Como educadores, qual nosso papel?
- Que papel deverá desempenhar nossa escola?

Estes são apenas alguns pontos sobre os quais podemos refletir.Este vídeo me parece bastante instigador ...O mundo de Rafinha é uma produção da TV1, agência de comunicação que conta em sua estrutura com 5 áreas especialistas em diferentes mídias, entre elas a TV1.com, uma das principais agências de marketing do Brasil.

Fonte: http://ideiasemblog.blogspot.com/2008/04/o-mundo-de-rafinha.html

10 comentários:

Sibele Maria disse...

Hoje, o professor com sua correria de uma escola para outra, não tem tempo de refletir sobre seu desempenho profissional. Esse vídeo nos faz refletir sobre o mundo que estamos vivenciando,e consequentemente nossa prática pedagógica. Gostei muito! Vou postá-lo no Blog do meu colégio.
Sibele Maria

Robson Freire disse...

Olá cursistas

Essas questões foram levantadas pelo vídeo:

- Como estamos utilizando as tecnologias?
- Que uso fazemos destas tecnologias na educação?
- Que geração estamos formando?
- Qual nossa responsabilidade nesse "mundo do Rafinha"?
- Como educadores, qual nosso papel?
- Que papel deverá desempenhar nossa escola?

Mas elas também levantam outras perguntas que também são pertinentes a qualquer bom professor que pretende ingressar nas TICs.
Mas como cada um se vê?
Como serão os seus alunos se sua pratica didático pedagógica continuar a mesma?
Quais as suas consequencias para essa e as outras gerações que virão?
Como sua escola está desempenhando o papel não somente de educar, mas de instruir, de formar, elucidar e criar pessoas criticas e ativas socialmente?
Que papel a sua escola deveria ter?
O que precisamos fazer para mudar isso?
Essa mudança começa aonde?

Essas questões devem ser discutidas por vocês e postada aqui no nosso blog.

Abraços

Anônimo disse...

A maioria dos educadores está ultilizando muito pouco as novas tecnologias. Estamos formando uma geralçao qeu vive conectada, mas deixamos muitas vezes de estabelecer uma relação mais estreita com nossos alunos, pois não estamos ainda totalmente familiarizados com estas novas tecnologias. E muitas vezes não encontramos as condições necessárias para o nosso trabalho. O grande desafio a vencer: aprender a utilizar co eficiência os diferentes meios tecnológicos ao nosso redor.

Vina disse...

A Tecnologia faz parte da vida do aluno e o professor precisa utilizar esses novos recursos na Educação. Dialogar com as novas tecnologias é uma competência necessária ao professor da atualidade e o profissionla que não se atualiza ficará ultrapassado.
Com tanta informação disponível a presença do professor tornou-se primordial para orientar, direcionar e selecionar tanta conhecimeto. Porém, para que isso aconteça o professor tem ter também novos conhecimentos, lançar mão de novos recursos, estar preparado para usar as novas tecnologias direcionada para a educação.

deniseromer disse...

Dentro do que a escola oferece tenho tentado utilizar as ferramentas disponível, mas a maioria dos profissionais da educação tem encontrado dificuldade. O mundo em que vivemos hoje, nessa Terceira Revolução Industrial onde há um alto teor de ciência e muita tecnologia, temos que estar ligado, antenado nas mudanças que ocorre no mundo, pois a velocidade é muito grande.

Thereza Christina disse...

Eu acredito que a tecnologia, que já faz parte do mundo de muitos de nossos alunos, e do nosso também, irá em um futuro próximo dominar todas as funções do dia-a-dia e, por isso, devemos nos adequar e abrirmos novos horizontes. Acredito que quanto mais conhecimento tivermos, vamos nos aproximar de alunos 'desinteressados',pois o interesse deles está voltado para uma aula mais dinâmica e que consiga trazer coisas novas, criando assim uma interação entre professor-aluno.
Um abraço Thereza

Sibele Maria disse...

Fico feliz quando vejo que os professores estão começando a enxergar a necessidade de mudanças, pois não podemos continuar passivos diante das exigências da sociedade atual.
Penso que, o momento é agora. O que podemos fazer hoje? Adequar nossa forma de educar às mudanças presentes no mundo, só assim conseguiremos construir um amanhã diferente. Não um amanhã qualquer, mas um amanhã intencional, provocado agora, para que possamos quem sabe, ter liberdade...
Penso que minha escola está caminhando no sentido de formar cidadãos críticos e ativos socialmente. A partir do momento que vejo os diretores disponibilizando espaços para que essa mudança ocorra, sinto que já é um passo à frente.Mas é preciso muito mais; é preciso que a escola toda se mobilize, busque o apoio dos pais e acredite que é necessária a mudança.
Será que sabemos onde tudo isso vai chegar? Acredito que não, contudo é preciso fazer o melhor.

Rosângela disse...

A cada dia que passa a informática vem adquirindo cada vez mais relevância em nossa vida. Sua utilização já é vista como instrumento de aprendizagem e sua ação no meio social vem aumentando de forma rápida entre as pessoas. Cresce o número de famílias que possuem em suas residências um computador. Esta ferramenta está auxiliando pais e filhos mostrando-lhes um novo jeito de aprender e ver o mundo. Quando se aprende a lidar com o computador novos horizontes se abrem na vida do usuário, isto é, em nossa vida. É muito importante que todos nós, professores, percebamos a importância do mundo digital, pois nossos alunos são internautas, portanto precisamos acompanhar as mudanças que estão ocorrendo no mundo digital.

Maria Aparecida de Oliveira Vargas disse...

No mundo de hoje não há lugar para pessoas que não sabem utilizar as tecnologias, o professor precisa se adequar aos novos tempos e aprender utilizar essas novas ferramentas, os alunos já estão pronto para esse desafio, a facilidade com que administram esse novo saber é admirável, todos os alunos são seduzidos por esse mundo virtual.
A inclusão digital é fator prepon-derante para a minimização das distâncias entre os jovens e adultos.
O vídeo sinaliza claramente que o progresso está intimamente ligado ao mundo virtual e que não podemos mais viver a margem desse mundo globalizado. Pais, mestres e alunos precisam se encontrar nesse novo mundo que surge aos nossos olhos, e assim encontrar o caminho do sucesso de nossos alunos na escola e na vida.

Ilsete Rezende disse...

O futuro chegou e ainda não nos demos conta. O professor precisa estar atento as novas tecnologias, pois nossos alunos estão a frente e não estamos conseguindo caminhar paralelamente.